ÁREAS DE ATUAÇÃO

Histórico

A Codemig foi criada pela lei nº 14.892, de 17/12/2003, a partir da alteração da denominação social da Companhia Mineradora de Minas Gerais (Comig) e da incorporação da Companhia de Distritos Industriais de Minas Gerais (CDI/MG) e da Empresa Mineira de Turismo (Turminas), além dos ativos da extinta Companhia de Desenvolvimento Urbano de Minas Gerais (Codeurb).

  • historico_1950É criada a Companhia Agrícola de Minas Gerais (Camig), pela Lei nº 1.716, de 21/12/1957. A Camig absorve o patrimônio, as atribuições e os direitos da Fertilizantes Minas Gerais S/A (Fertisa), empresa de economia mista criada no início da década de 1950. A Camig passa a deter os direitos de lavra da apatita (fosfato) e do pirocloro (nióbio). Com isso, substitui a Fertisa no contrato de arrendamento com a Distribuidora e Exportadora de Minérios e Adubos S/A (Dema). Anos mais tarde, a Dema tem a sua razão social alterada para Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração (CBMM).

  • historico_1960Em 1963, a estrutura administrativa da Camig é reorganizada. São criados escritórios no Rio de Janeiro e em São Paulo, para darem suporte às unidades da empresa. Sua estrutura operacional conta com seis delegacias regionais, sete entrepostos, 23 circunscrições, 78 postos de vendas e dez unidades industriais.

  • historico_1970Em 1972, é constituída a Companhia Mineradora de Pirocloro de Araxá (Comipa), com participação acionária da Camig (51%) e CBMM (49%). São, então, arrendados à CBMM os direitos de lavra para produção do nióbio.

    Em 1972, a Camig arrenda à Arafértil (Bunge) a exploração das reservas de apatita, matéria-prima para obtenção de fosfatados.

    Nessa década, a Camig participa de importantes programas visando à expansão da fronteira agrícola do Estado, entre eles:
    * Programa de Assentamento Dirigido do Alto Paranaíba (Padap);
    * Programa de Desenvolvimento de Cerrados (Polocentro);
    * Programa de Área Geoeconômica de Brasília.

  • historico_1980Em 1980, a empresa registra recorde na Fábrica de Fertilizantes de Araxá, com a produção de 132.000 toneladas de fosfato.

  • historico_1990A Camig incorpora a Metais de Minas Gerais S/A (Metamig), por meio da Lei nº 10.316, de 11/12/1990, passando a ser denominada Companhia Mineradora de Minas Gerais (Comig).

    Em 1994, incorpora a Águas Minerais de Minas Gerais (Hidrominas), por meio da Lei nº 11.404.

    Em meados de 1990, a Comig dá início à política de arrendamento das operações de seus negócios:
    * Unidade Industrial de Arcos (calcário e cal);
    * Unidade Industrial de Governador Valadares (moagem de feldspato);
    * Palace Hotel de Poços de Caldas;
    * Grande Hotel de Araxá;
    * Águas Minerais de Contendas.

  • historico_2000_1É reaberto o Grande Hotel de Araxá, completamente reformado e modernizado.

    É criada a Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), por meio da Lei 14.892, de 17/12/2003.

    Em 2003, a Codemig e a CBMM, via Comipa, firmam novo contrato de arrendamento, com vigência por mais 30 anos.

    Em 18/11/2004, os ativos da Frigoríficos de Minas Gerais S/A (Frimisa) são incorporados ao patrimônio social da Codemig.

    Em 2004, foi criado o Proacesso, programa de pavimentação de estradas em Minas Gerais, com o objetivo de fazer a ligação por asfalto de municípios que utilizavam estradas de terra para o alcance das rodovias-tronco em suas regiões. O programa recebeu investimentos da ordem de R$1 bilhão, dos quais R$122 milhões foram recursos da Codemig.

    Em 2005, iniciou-se o projeto Linha Verde, conjunto de obras viárias realizadas na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Entre as ações, a Codemig investiu na região da MG-010, que começa no final da Avenida Cristiano Machado e passa às margens dos municípios de Vespasiano e Lagoa Santa, chegando até o Aeroporto Internacional. A duplicação da rodovia compreende um trecho de 22 quilômetros em pista dupla. Além da duplicação, intervenções complementares foram feitas na MG-010, como construção de viadutos, passarelas, trincheiras, vias marginais, pontes e ciclovias. A Codemig investiu em torno de R$100 milhões nessa obra.

    Em março de 2006, é inaugurado o Expominas Belo Horizonte, um dos mais modernos centros de eventos do país, com a realização da 47ª Reunião Anual do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

    Em 29/06/2006, é inaugurado o Expominas Juiz de Fora. O novo centro de eventos posiciona Juiz de Fora e sua região de influência como importante polo regional de turismo de negócios.

    Em 2007, por delegação do Governo de Minas Gerais, a Codemig assume o compromisso de licitar e coordenar a execução das obras da Cidade Administrativa do Estado de Minas Gerais, sede do Governo estadual. O complexo de prédios, projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer, foi inaugurado em março de 2010. Os investimentos na Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves totalizaram montante da ordem de R$1 bilhão, custeado pela Codemig.

    historico_2000_2  

  • banner-home-a_codemig

    Março/2013: início das obras do Centro de Cultura Presidente Itamar Franco

    Junho/2013: inauguração do Expominas Teófilo Otoni

    Março/2014: inauguração do primeiro aeroporto industrial do Brasil, em Lagoa Santa

    Fevereiro/2015: primeiro concerto na Sala Minas Gerais do Centro de Cultura Presidente Itamar Franco, com a Orquestra Filarmônica de Minas Gerais

    Abril/2015: fomento à moda mineira por meio do apoio inédito ao Minas Trend. Realização do Prêmio Empresa Tendência durante o evento, premiação aos destaques desta edição, incentivando a produção dos pequenos empreendedores da indústria mineira de moda.

    Maio/2015: lançamento do Programa de Revitalização e Modernização de Distritos Industriais em Minas Gerais, em parceria com a Fiemg e o Sebrae.

    Julho/2015: apoio à edição 2015 do Programa Bandas de Minas, junto à Secretaria de Estado da Cultura.

    Agosto/2015: lançamento dos editais de apoio à realização de eventos de gastronomia e à produção audiovisual.

    Agosto/2015: lançamento do Minas de Todas as Artes – Programa Codemig de Incentivo à Indústria Criativa, investimentos de 20 milhões em diversas ações de fomento à Economia Criativa do Estado.

    Janeiro/2016: lançamento do Cineminas – Programa Codemig de Apoio ao Cinema. 

    Janeiro/2016: abertura do 1º Edital da Codemig para patrocínio a projetos e eventos.

    Fevereiro/2016: início oficial do projeto para implantação do primeiro laboratório-fábrica de ímas de terras-raras do Brasil. Iniciativa apoiada pela Codemig e desenvolvida pela Fundação Centros de Referência em Tecnologias Inovadoras (Certi), em parceria com a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT).

    Março/2016: por meio de sua subsidiária, a Codepar, Codemig investe no aumento de capital do Banco Mercantil de Investimentos (BMI), controlado pelo Banco Mercantil do Brasil.

    Março/2016: anúncio dos 13 distritos industriais selecionados como prioritários no Programa de Revitalização e Modernização de Distritos Industriais.

    Março/2016: apresentação do projeto Laboratório-Fábrica de Ligas e Ímãs de Terras-Raras

    Março/2016: publicação do Decreto 46.974, no dia 22 de março de 2016, que instituiu oficialmente o Plantando o Futuro, projeto que visa o plantio de 30 milhões de mudas de árvores até dezembro de 2018.

    Abril/2016: fomento à moda mineira por meio do apoio inédito ao Minas Trend.

    Maio/2016: lançamento do Fundo de Investimento em Direitos Creditórios (FIDC) para empresas do polo eletroeletrônico em Santa Rita do Sapucaí.

    Junho/2016: realização da MAX – Minas Gerais Audiovisual Expo.

    Junho/2016: apoio da Codemig à Megaleite – Exposição Brasileira do Agronegócio do Leite, considerada principal exposição do setor no país.

    Julho/2016: lançamento do MGgrafeno: Produção de Grafeno a partir de Grafita Natural e Aplicações, projeto para criação da primeira planta piloto do Brasil para a produção de grafeno em escala industrial. 

    Julho/2016: reinauguração do Espaço Cultural do Terminal Rodoviário Governador Israel Pinheiro (Tergip), em Belo Horizonte.

    Agosto/2016: lançamento do Projeto de Integração Regional de Minas Gerais – Modal Aéreo (PIRMA).



Voltar